fbpx

O cartão de memória é um acessório importantíssimo do trabalho de um fotógrafo, e não deve ser negligenciado.

Todo fotógrafo pensa na compra de câmeras e lentes para integrar ao seu fluxo de trabalho. Porém, principalmente para os iniciantes, um aspecto pode acabar passando batido: o cartão de memória.

Ele é tão importante quanto o resto do seu equipamento, afinal, sem ele não há como registrar nada. Podemos comparar o cartão com o cérebro da sua câmera, pois é lá que suas fotos ficarão armazenadas e passadas posteriormente para o seu computador, onde serão editadas e entregues para os clientes. 

Sabendo disso, quais seriam os principais cuidados para evitar problemas com o seu cartão de memória? Neste artigo, listei 5 cuidados essenciais que vão prolongar a vida útil do seu equipamento. Confira abaixo!

Ao comprar, certifique-se que o cartão é original 

 

“Nossa Paulo, gastei tanto já comprando a câmera e a lente, não posso economizar um pouco no cartão não?”

O questionamento é válido, porém, o barato pode sair caro. Como falei acima, o cartão é o cérebro da sua câmera, e como tal, você gostaria que sua câmera esquecesse fotos importantes do seu trabalho? Pois é…

Um cartão de memória original terá garantia da fabricante, além de certificação de que está pronto para fazer o que promete. Priorize a compra do modelo adequado para a sua câmera, pois qualquer adaptação pode comprometer o desempenho do seu equipamento.

Cartão de memória - fila de cartões

Não economize em algo vital para o seu trabalho, compre um cartão de qualidade. Foto por Denise Jans / Unsplash.

Por exemplo, é possível usar cartões micro SD com adaptador em câmeras que aceitam cartão SD, mas o ideal é comprar logo um cartão SD, pois o adaptador pode dar problema e corromper os seus arquivos sem aviso. 

Quanto à compra do cartão de memória, cuidado com marketplaces estilo Mercado Livre, pois a chance de adquirir um cartão falso é alta. Sempre priorize lojas de confiança, com avaliações positivas e credibilidade comprovada. 

Formate o cartão na câmera 

 

É comum pegar o cartão novinho e colocar no PC pra ver se está tudo ok, formatá-lo nele mesmo pra garantir e depois colocar na câmera. Mas esse tipo de formatação não é o ideal, já que seu PC tem um padrão de trabalho e sua câmera outro, quando se trata da gravação e leitura de dados. 

Portanto, o ideal é formatar o seu cartão na própria câmera, usando a opção correspondente no menu do seu equipamento. Com isso, o cartão é formatado seguindo os padrões da câmera, e a chance de erros diminui consideravelmente. 

Cartão de memória - formatar na câmera

Formate o cartão na câmera para melhorar a sua compatibilidade. Foto por Samsung Memory / Unsplash.

Não fotografe com a bateria prestes a descarregar 

 

Para algumas pessoas, a lógica do “se tem carga dá pra usar” vale até o último momento. Mas imagina que você está no meio de um trabalho, faz aquele clique mágico e quando olha para a tela da câmera tá tudo apagado…

Deu medo só de imaginar né? Quando a câmera descarrega no meio do processamento de uma imagem pelo cartão, a chance de corromper não apenas a foto feita no momento, mas todas as fotos salvas antes é real. 

Então, para não correr nenhum risco, se perceber que a bateria chegou na carga mínima e está prestes a descarregar, faça uma pausa, troque-a por uma bateria totalmente carregada e siga com o trabalho. Assim, você garante que o trabalho corra sem nenhum imprevisto. 

Faça backup dos seus arquivos

 

Quando temos um cartão de alta capacidade, é comum deixar acumular algumas fotos nele, afinal, tem espaço de sobra. Mas o que acontece se esse cartão corromper ou for perdido?

Faça backups regulares de seus arquivos usando um HD externo ou armazenamento em nuvem de sua preferência. Afinal, os clientes querem receber as suas fotos, não importa o que aconteça. Cuidar da integridade das suas imagens é parte vital do seu trabalho como fotógrafo, então nada de negligenciar essa etapa. 

Ao primeiro sinal de erro, substitua o cartão

 

Em alguma etapa da sua vida como fotógrafo, você irá se deparar com algum erro relacionado ao cartão de memória na sua câmera. Ao usar cartões micro SD com adaptador, esses erros são mais comuns, pois o adaptador pode estar fisicamente avariado (torto, folgado, etc).

Se esse for o caso, troque o adaptador e veja se o erro persiste, providenciando o quanto antes a compra de um cartão SD padrão para a sua câmera. Quanto a outros tipos de erro, as fabricantes usam códigos na tela para indicar o que pode ter acontecido, mas o ideal é não insistir no uso de um cartão defeituoso. 

Afinal, a tendência é que os erros persistam e comecem a ficar mais frequentes, até o momento em que o cartão para de funcionar. Sempre tenha 2 ou mais cartões à sua disposição, para garantir que nenhum trabalho seja perdido.

Cartão de memória - erro na câmera

Exemplo de erro que pode aparecer na sua tela. Neste caso, o código é relacionado a um problema interno das câmeras Canon. Foto por Canon U.S.A. / Suporte.

 

Você acha que faltou algum cuidado na lista? Então continue a conversa usando a sessão de comentários aqui do blog e aproveite para tirar as suas dúvidas.

Até o próximo conteúdo aqui no Aprenda com Paulo!

4 Comments

Leave a Reply