fbpx

A fotografia mobile se tornou algo intimamente ligado a rotina das pessoas. Hoje, qualquer um com um celular na mão e conhecimento básico de fotografia é capaz de fazer boas fotos. Isso acontece porque a cada ano que passa, as fabricantes investem em novos recursos que facilitam a captura de boas imagens.

Só para exemplificar, os smartphones mais modernos contam com pós processamento inteligente de imagem, modos dedicados de fotografia, recursos de inteligência artificial e até fotografia computacional.

Assim, no artigo de hoje, vamos conversar sobre 3 coisas para evitar na fotografia mobile e garantir boas fotos em qualquer situação.

1. HORIZONTE TORTO

 

Em algumas fotos que fazemos, principalmente naquelas que são feitas na urgência e que não temos tempo de trabalhar mais os detalhes, é normal termos um horizonte torto. Os fotógrafos que já dominam as regras de composição conseguem explorar o horizonte inclinado de maneira intencional, mas para a maioria dos iniciantes, um horizonte torto acaba deixando a foto menos apelativa e com um aspecto estranho.

Fotografia mobile - horizonte torto

Quando usado de maneira intencional, o horizonte inclinado ajuda a enfatizar movimento. Mas para quem ainda não domina as regras de composição, inclinar o horizonte pode resultar em uma foto de aspecto estranho para o espectador. Foto por ArtHouse Studio / Pexels.

Por isso a dica aqui é ligar a função “Grid” ou “Grade” do seu smartphone. Ela aplica na interface da câmera duas linhas horizontais e duas linhas verticais que dividem a tela em nove quadrantes e servem de guia para que você possa posicionar e alinhar os elementos que quer fotografar antes do clique final. Como consequência, sua foto fica mais atraente e harmônica.

Além disso, identificar na paisagem linhas horizontais e verticais bem definidas te darão uma noção de espaço melhor, e ajudam a guiar o olhar do seu espectador para o ponto de destaque na sua foto. Com essa dica, suas fotos serão ainda melhores.

2. FOTOS EM BAIXA LUMINOSIDADE

 

Fotos em ambientes mais escuros são desafiadoras até para fotógrafos equipados com câmeras avançadas. Fotografia é luz, e quanto mais luz temos à nossa disposição, mais tranquilos ficamos a respeito da qualidade da imagem. A fonte mais abundante de luz que um fotógrafo tem para usar é o sol: é grátis e amplamente disponível. Os smartphones conseguem aproveitar dessa luminosidade abundante em suas múltiplas câmeras, mas não são perfeitos e por conta das dimensões menores, esses sensores não lidam tão bem quando a luz no ambiente é fraca.

Tenha cuidado ao fotografar em cenários noturnos e escuros. Para compensar a baixa luminosidade, o smartphone tende a aumentar o ISO e por consequência sua imagem fica com bastante granulado, conhecido na fotografia como ruído. Outra ação tomada pelo smartphone é a diminuição da velocidade do obturador, o que aumenta o risco das suas fotos saírem tremidas. Aparelhos com o modo noturno podem suavizar essa deficiência usando recursos de inteligência artificial, mas ainda assim nenhum resultado é garantido. Na dúvida, procure uma boa fonte de luz e use-a a seu favor.

3. ZOOM DIGITAL

 

O zoom tem uma função simples: aproximar do nosso campo de visão aquilo que está mais distante. O que frustra as pessoas em usar o zoom é que, na maioria das vezes, a imagem resultante não fica com uma qualidade boa. Quantas vezes você tentou fazer uma foto de lua com seu smartphone e como resultado teve um ponto brilhante na sua tela? Isso acontece porque o zoom na maioria dos smartphones do mercado é digital, e como o nome sugere, ele é uma ampliação digital do que está sendo mostrado na tela.

Assim, não é a lente que se move para se aproximar do objeto, e sim a visualização que é expandida, e por consequência, fica sem qualidade. Portanto, tenha cuidado ao usar o zoom, e tente no máximo usar o valor 2x. Em smartphones com zoom óptico, porém, você consegue resultados bem melhores, como 3x, 5x ou 10x de aproximação com uma menor perda de detalhes.

 

Qual destas dicas de fotografia mobile você mais precisa colocar em prática hoje? Se restou alguma dúvida a respeito do tema, use a seção de comentários e vamos conversar.

E se quer aprender a fotografar melhor com o smartphone seguindo uma metodologia validada por centenas de alunos, conheça o Smartpixels, um curso completo de fotografia e edição para quem está começando do zero, usando apenas o smartphone que você tem nas mãos.

 

Até o próximo conteúdo aqui no Aprenda com Paulo!

Leave a Reply