fbpx

Como vencer a timidez é um dos tópicos mais buscados no Google. Todos que tem uma certa vivência na fotografia já ouviram ou vivenciaram histórias de clientes que eram muito tímidos e tinham dificuldade de encarar uma câmera para uma sessão de fotos. Geralmente essa resistência é superada com muito diálogo por parte do fotógrafo para deixar o cliente à vontade. Mas e quando o tímido da situação é justamente o fotógrafo?

como vencer a timidez

Não são apenas os clientes que podem sofrer com a timidez. Foto por Pragyan Bezbaruah / Pexels.

Em muitas situações a timidez para um fotógrafo não é problema. Afinal, existem várias áreas da fotografia que podem ser exploradas sem interação direta com outras pessoas. Flores, animais, paisagens, arquitetura, objetos, produtos, e até a ação de um show ou de um esporte podem ser fotografados sem que o fotógrafo precise conversar com alguém para isso.

Mas quando falamos de retratos, a coisa muda de figura. Como você vai conseguir o resultado que quer se não conseguir se comunicar com seu sujeito fotográfico?

É por isso que, neste artigo, vamos falar sobre como vencer a timidez na hora de fotografar com 5 passos simples.

PASSO 1: LIDAR COM O DESCONFORTO

 

O primeiro passo para vencer a timidez é lidar com o sentimento de desconforto que ela te causa. Muitos fotógrafos se recusam trabalhar com pessoas por “não querer mandar nelas”. Fotografar não é impor sua vontade sobre o outro, mas sim compartilhar sua visão e ter a colaboração para realizá-la.

O “medo de não ser levado a sério” impede a pessoa de experimentar a fotografia de retratos. Hoje em dia existem várias técnicas práticas que você pode aprender para fotografar pessoas com maestria, e o elemento humano é vital para conectar a experiência, a comunicação e a execução. Foque na composição, na luz, na exposição e no tempo para o clique sair do jeito que você deseja, e ao ter esse processo em mente, todo o resto desaparece, inclusive seus medos. Quando você perceber, já estará imerso no trabalho, e mesmo se questionando se está agindo certo, as fotos irão fluir de maneira natural.

PASSO 2: CONHEÇA O SEU EQUIPAMENTO

 

O segundo passo para vencer a timidez é entender a sua câmera por completo. Dominar o seu equipamento e estar confortável com ele te dá segurança para fotografar e é uma preocupação a menos na hora da sessão fotográfica. Algo que muita gente negligencia é justamente ler o manual do seu equipamento. Lá estão todas as informações detalhadas sobre botões, funções e cuidados que você deve ter com sua câmera. Se você é mais visual, pode assistir um vídeo que detalhe o seu equipamento no Youtube e assim aprender a como usá-lo da melhor forma.

Uma vez que você tenha total domínio da câmera, aplicar nela as técnicas que você aprende para fotografar fica mais fácil e intuitivo, e praticar com ela se torna hábito. Se você acabou de comprar uma câmera, use-a nas mais diferentes situações possíveis e se desafie a fazer duas fotos que goste diariamente. Não precisa nem se preocupar em fotografar pessoas ainda, foque em fotografar aquilo que te faz bem e aprenda com os erros. Nessa fase, leia livros, revistas, faça cursos e acelere o seu aprendizado. Você estará em constante evolução na fotografia ao longo dos anos, e construir uma base sólida no começo é muito importante para que você não se desmotive.

PASSO 3: FOQUE NO SUJEITO FOTOGRÁFICO

 

Agora que você domina sua câmera, o terceiro passo a se tomar é focar no seu sujeito fotográfico. Por isso falamos no tópico anterior sobre dominar o seu equipamento, pois se na hora de fotografar você estiver inseguro e ficar checando a câmera toda hora, ou se perder nas configurações, vai causar um desconforto.

como vencer a timidez - sujeito fotográfico

O sujeito fotográfico é o protagonista da sua narrativa, foque nele. Foto por Kelly Ritta / Pexels.

A dica aqui é já ter em mente o que fazer e regular a câmera antes das fotos, pois com tudo certo, você diminui as chances de se distrair ou de dar branco. Com isso, pode dedicar sua atenção ao que interessa, que é dirigir a pessoa para que o retrato saia perfeito. Assim, é possível criar uma conexão com ela a ponto de que tudo seja feito na base da confiança e respeito. E lembre-se, a câmera não deve ser uma barreira entre você e a pessoa, ou então ela não irá confiar em você e ficará mais resistente para aceitar instruções durante o ensaio. Ou seja, não se esconda atrás da câmera.

PASSO 4: ENTENDA AS SUAS INSEGURANÇAS

 

O quarto passo para vencer a timidez diz respeito a entender suas inseguranças para superá-las. Somos condicionados ao longo da vida a encarar erros como fracassos e evitá-los a todo custo. Mas quando se trata de fotografia e direção de pessoas, muito da sua construção de caráter e repertório vem dos pequenos erros que acontecem ao longo da produção. Esses erros precisam de soluções rápidas para que tudo continue fluindo, e quando você aprende a superá-los, se torna um profissional mais completo.

A câmera é uma ferramenta que permite que você esteja em sintonia com os acontecimentos ao seu redor, ao mesmo tempo em que tira o foco de você. Um ensaio fotográfico sempre é sobre a pessoa fotografada. Ou seja, quanto mais você deixa a pessoa à vontade, mais expressiva ela se torna. Por consequência, ela fica mais feliz em participar do ensaio e facilita o seu trabalho. Então, é importante definir o seu propósito ao ter uma câmera em mãos.

Você quer registrar o momento da melhor maneira possível? Quer usar a oportunidade para se profissionalizar e construir uma carreira? Quer ser o melhor contador de histórias que o mundo já viu? Não importa, desde que você acredite e compartilhe com as pessoas a sua visão, elas ficarão felizes em fazer parte disso.

PASSO 5: DÊ TEMPO AO TEMPO

 

O quinto e último passo a se adotar para vencer a timidez é: leve o tempo que precisar. Se livrar da timidez com um ou dois ensaios é o sonho de todo fotógrafo tímido, mas cada caso é um caso e as pessoas têm tempos diferentes para lidar com seus obstáculos.

O mestre Sebastião Salgado diz que “aquele que não consegue esperar não pode se tornar um fotógrafo”, então aproveite a jornada. A fotografia é algo que se desenvolve lentamente, um clique de cada vez. Então aprenda a se planejar, a escolher o que quer fotografar e como quer transmitir sua mensagem. Explore as possibilidades de fotos em diferentes horas do dia e em épocas onde o clima altera drasticamente o cenário.

Perca aos poucos o medo de dizer um oi, de sorrir, de perguntar às pessoas como elas estão. A cada clique, você vai perceber que a fotografia é uma conversa boa que te permite criar grandes amizades. Se não fosse a fotografia, eu não estaria aqui hoje conversando com você, trabalhando com o que amo e usufruindo das oportunidades de conhecer pessoas e lugares incríveis. Toda grande caminhada começa com um pequeno passo, e aí eu te pergunto: qual passo você vai dar hoje?

 

Qual passo fez mais sentido para você? Se restou alguma dúvida a respeito do tema, use a seção de comentários e vamos conversar.

Até o próximo conteúdo aqui no Aprenda com Paulo!

Leave a Reply