fbpx

Cada cidade no mundo tem uma arquitetura única que deriva de diversas fontes e estilos. Alguns locais tem um aspecto rústico e quase intocado, enquanto outros apresentam formas imponentes e praticamente hipnotizantes. Algumas cidades terão aspecto histórico, praticamente te transportando para outros tempos. Enquanto outras te mostrarão um aspecto arrojado, cheio de arranha-céus que quase tocam as nuvens. 

Eu sou carioca e boa parte do meu trabalho inicialmente tratou de mostrar as belezas do Rio de Janeiro do jeito que eu via a cidade. Mesmo com um equipamento tido como limitado, eu usava essa limitação como combustível criativo e explorava coisas fora do senso comum.

Seja em uma grande capital ou em uma cidade pacata do interior, existem diversas oportunidades para registrar a arquitetura do local de maneira criativa e atraente. E no post de hoje vou falar sobre 3 dicas para fazer melhores fotos nesse nicho. Vamos lá?

FOTOGRAFIA DE ARQUITETURA

 

No nicho da fotografia de arquitetura você pode destacar as formas e detalhes de exteriores e interiores dos mais variados tipos de construções. Por isso, é sempre importante ter em mente o conceito que você quer abordar com o seu trabalho, afinal ele fará toda a diferença para o espectador. 

Por exemplo, se a sua intenção é vender um imóvel, fotos amplas que mostram toda a disposição dos cômodos serão ideais para fazer o possível comprador se imaginar vivendo ali. Entretanto, se você quer destacar a experiência exclusiva de um estabelecimento temático, fotos de detalhes podem servir melhor para o contexto. 

Assim, para ter um melhor proveito no seu trabalho, use as seguintes dicas:

1. Estude antes sobre o local:

Pode parecer óbvio, mas quanto mais você sabe sobre o local antes de visitá-lo, melhor vai poder explorá-lo. Cada estilo arquitetônico tem suas inspirações e influências, então conhecer as particularidades com antecedência pode te dar uma boa dica do que explorar quando estiver com uma câmera na mão. Locais históricos serão ricos em detalhes para explorar, enquanto locais mais modernos têm a tendência de possuir linhas mais limpas e arrojadas, que criam um ambiente amplo para se contemplar. Uma vez que você possua o devido conhecimento, vai saber o que registrar sem problemas.

Arquitetura - Detalhes

Mesmo o maior dos prédios tem detalhes isolados que podem ajudar a contar a sua história. Neste exemplo, os entalhes nos arcos mostram o a delicadeza do trabalho executado na construção. Foto por Charlotte May / Pexels.

2. Use a luz a seu favor:

O mesmo local pode apresentar diferenças interessantes quando fotografado em diferentes horários. Por isso, se tiver a oportunidade, tente retratá-lo na hora dourada, no sol de meio dia e durante a noite, pois assim você enxerga como a luz influencia na percepção das pessoas sobre a beleza do lugar. Durante a noite, por exemplo, é possível que existam luzes estrategicamente posicionadas para realçar certos pontos da estrutura, fazendo com que ela pareça mais imponente. Assim, certifique-se de ter as condições de luz ideais para fazer a fotografia que você deseja.

3. Aproveite a regra da simetria:

Uma das regras de composição mais interessantes para se usar na fotografia de arquitetura é a da simetria. Com ela, você não apenas realça os traços arquitetônicos do local fotografado como também cria uma estética cheia de harmonia para o seu espectador. A dica de ouro aqui é se posicionar no ponto central do local, para enxergar o alinhamento dos elementos. Em alguns lugares, existem marcações visíveis no centro de tudo, enquanto em outros, você terá que calcular o ponto ideal. 

Arquitetura - Simetria

Neste exemplo do Taj Mahal podemos ver a disposição simétrica na composição da imagem. Ela ajuda a criar um efeito de harmonia que encanta o espectador. Foto por Sudipta Mondal / Pexels.

 

Gostou das dicas? Se quiser aprender mais sobre fotografia de arquitetura com todos os seus segredos tanto para smartphones quanto para câmeras, se inscreva em um dos cursos abaixo com 10% de desconto!

 

SmartPixels
Segredos da Fotografia

 

Espero que você tenha gostado das dicas e aproveite bastante para aprender ainda mais. E se restou dúvidas a respeito do tema, use a seção de comentários e vamos conversar.

Até o próximo conteúdo aqui no Aprenda com Paulo!

Leave a Reply